Resenha → Orgulho & Preconceito

by @tijolinha


A chegada a Netherfield do Sr. Bingley causa grande alvoroço a família Bennet. Por ter 5 filhas solteiras, a Sra. Bennet quer logo o futuro de todas garantido. Logo no primeiro baile depois da chegada de Bingley a Netherfield, ele demonstra seu interesse á Jane Bennet, a filha mais velha. Mas depois de algum tempo ele deixa Netherfield sem avisos, Elizabeth – 2ª filha do casal Bennet – logo põe a culpa em Sr. Darcy, o amigo arrogante de Bingley. Em uma viagem com seus tios, Elizabeth visita a casa de Darcy e a diferença com que ele a trata traz uma confusão a sua cabeça e seus sentimentos.


Bem, esta é a primeira vez que faço a resenha de um livro diferente, um romance puro, sem nenhuma anormalidade – só se eu for ler Orgulho e Preconceito e Zumbis, ai sim temos muita anormalidade – um clássico. Resolvi lê-lo depois da dica de uma amiga, que é apaixonada pelo Sr. Darcy – assim como 100% das mulheres que leram esta obra, ou viram o filme. Na verdade eu não tinha na cabeça lê-lo, foi bem ao acaso, encontrei o livro na biblioteca enquanto passava por lá, então resolvi pega-lo e ler, pois sou uma comedora de livros.
A historia se passa em 1797 nos arredores da vila de Hertfordshire. Os Bennet moram em Longbourn, e têm 5 filhas – Jane, Elizabeth, Mary, Kitty e Lydia – todas solteiras, o que é motivo de desespero para a mãe. O Sr. Bingley acabou de se mudar para a mansão Netherfield, trazendo consigo suas 2 irmãs – Caroline Bingley & Sra. Hust -, e teu amigo Sr. Darcy. A Sra. Bennet vê em Bingley uma boa oportunidade para casar uma de suas filhas. Logo no primeiro baile depois de sua chegada ele demonstra uma afinidade por Jane, a filha mais velha. Elizabeth em uma dança em que estava sem par, ouve o Sr. Darcy conversando com Bingley e logo percebe – como todos – a arrogância do homem. Alguns dias depois, Sr. Bingley manda um convite a Jane para que ela jante em sua casa, ela vai a cavalo e pega uma chuva no caminho, ficando resfriada, o que a obriga a ficar na casa. No dia seguinte ela manda chamar a sua irmã Elizabeth para fazer companhia a ela enquanto melhora. Em Netherfield ela repara em como as irmãs de Bingley são amáveis para com Jane, mas nas tuas costas sempre a criticam; e em como Darcy é arrogante para com aqueles inferiores; Elizabeth também repara que a Srta. Bennet tem um queda por Darcy, mas ele não liga para ela. Mas enquanto ela estava ali, por quase uma semana, Darcy começa a observá-la, mesmo que ela não perceba.
Então chega ao Sr. Bennet uma carta de seu primo Sr. Collins, dizendo que irá ficar com a família por 1 semana. O Sr. Collins é o herdeiro de Longbourn, já que os Bennet não têm um filho homem para herdar o lugar. Só que ele não está ali apenas para conhecer o lugar que em breve será seu, ele deseja desposar de alguma das belas moças dos Bennet. Seu olho cai logo em Jane, mas depois de uma conversa com a Sra. Bennet, muda sua atenção a Elizabeth. Eliza recusa o pedido de casamento estritamente, já que acha Collins patético. Depois desta recusa Collins encontra-se com Charlote Lucas – vizinha e melhor amiga de Eliza – e se apaixona por ela. Os dois se casam – para desespero da Sra. Bennet ao ver uma filha sua perder um partido como ele. Depois de alguns dias Bingley vai embora sem dizer nada a Jane. Elizabeth vê ali uma armação de Darcy e Caroline para que Sr. Bingley não se case com alguém inferior. Jane viaja até Londres com seus tios para ficar lá alguns meses. E Elizabeth recebe um convite de Charlote para ir até Rosings – lugar aonde Collins mora – ficar 3 meses. Para a surpresa de Eliza, o Sr. Darcy também estava lá na casa de tua tia, Lady Caterine – a madrinha de Collins. Na sua ultima semana, Elizabeth recebe um pedido de casamento de Darcy. Ela recusa novamente, e o acusa de ter separado Bingley de Jane, ele não nega.
No verão ela recebe um convite de seus tios para viajar com eles por alguns lugares do país. Eles passam pelo casarão de Darcy, nas redondezas do lugar onde a sua tia havia sido criada, e encontra Darcy. Os modos diferentes dele a intrigam, pois ele a tratava gentilmente. Deixando-a confusa.
Essa historia é um clássico, e só foi ser reconhecido após a morte de sua escritora, Jane Austen. Uma historia incrível. Que todos deveriam conhecer. Quando eu cheguei em casa com o livro minha mãe disse que não conhecia. Existe também as adaptações para o cinema, a mais recente de 2005. Então se você tem preguiça de ler, pelo menos veja o filme.

1 comentários:

Stefie disse...

Tijo sua resenha ficou ótima. E realmente me deu vontade de ler, e assistir ao filme!

Beijos

Postar um comentário