As Brumas de Avalon - Marion Zimmey Bradley



Sinopse
A lenda do rei Artur é contada pela primeira vez através das vidas, das visões e da percepção das mulheres que nela tiveram um papel central. Pela primeira vez, o mundo Arturiano de Avalon e Camelot, com todas as suas paixões e aventuras - o mundo que, através dos séculos, cada geração recriou em incontáveis obras de ficção, poesia, drama - é revelado, como se poderia esperar, pelas suas heroínas - pela rainha Guinevere, mulher de Artur; por Igraine, mãe de Artur; por Viviane, a impressionante Senhora do Lago, Grande Sacerdotisa de Avalon; e principalmente pela irmã de Artur, Morgana, também conhecida como Morgana das Fadas, como a Fada Morgana - como feiticeira, como bruxa - e que nesta épica versão da lenda desempenha um papel crucial, tanto na coroação como na destruição de Artur. Trata-se, acima de tudo, da história de um profundo conflito entre o cristianismo e a velha religião de Avalon.


Bem, como falar de uma serie incrível como essa?? Como falar de uma serie que eu demorei tanto para poder ler? Como falar de uma serie que sem querer se tornou a minha maior ancora? É impossível. Eu não sinto um amor por ela como sinto por Crepúsculo, pois ela não é uma coisa infantil. Ela me trouxe uma experiência nova. Ela me mostrou o lado ‘maduro’ e mais compenetrado da magia. Foi no ano passado que li o primeiro livro, por dica da minha mãe e por sorte achei na biblioteca que frequento – eu sei que poderia ter comprado o livro, mas é mais fácil para mim – e li. Só que por força da minha má-sorte lá não tinha o 2º livro, então só pude ler um ano depois, quando baixei o ebook. E agora estou aqui, mais de 1 ano e meio depois de ter lido o primeiro livro para falar como foi ler esses livros.


A serie inteira conta a historia do Rei Arthur, tenho que assumir que quando comecei a ler o livro, sabia pouco da historia dele, pois no inicio eu ainda era muito imatura. Mas descobrir como foi aquela historia por outros olhos foi incrível. Os livros giram ao redor de 4 personagens femininas importantes, Morgana, a irmã – e a mais importante de todas as 4 –, Viviane, a Senhora do Lago, Guinevere – ou Gwenhwyfar, que é como a autora a chama – a esposa e Igraine, a mãe.


A historia corre rápido, mas você nem sente, como em outros livros, o livro um começa bem antes do nascimento de Arthur e acaba um pouco depois de sua morte. E se você pensa que a historia corre atrás de Arthur está errado. O livro é um tanto polémico, pois mostra a historia da guerra entre os pagãos e os cristãos, os cristãos tentando dominar a Bretanha e os pagãos tentando sobreviver em uma terra que a cada dia se tornava mais e mais seguidora do Cristo. Digo que como o livro rodeia mais Morgana, você torce pelos pagãos e Avalon – mesmo eu sendo cristã, é impossível não torcer por essa velha religião.


A Senhora da Magia é o titulo do primeiro livro. A cada livro o titulo faz alusão a um personagem da serie. A Senhora da Magia é Morgana. Morgana é de longe a heroína da historia. Mas não seria Gwenhwyfar (vou chama-la assim, como a autora do livro) a heroína, sendo ela a esposa de Arthur? Não. Como eu disse, essa não é simplesmente outra versão da grande historia do Rei Arthur.  Morgana é a meia-irmã de Arthur. Ela é filha do primeiro esposo de Igraine, mãe dos dois. Morgana foi levada aos 11 anos para Avalon por Viviane, irmã mais velha de Igraine e lá se tornou uma grande sacerdotisa, por ser da velha linhagem de Avalon e pupila de Viviane.


A Senhora da Magia é o inicio de tudo, mostra como foi que o primeiro marido de Igraine e pai de Morgana, Gorlois, foi morto pelo Pendragon, que se tornou rei e casou com Igraine. Como que Morgana depois de anos se reencontrou com Arthur. Mostra como é Avalon, uma ilha mágica que só pode ser encontrada por quem tem a bênção da Deusa, através das Brumas (nevoeiro para quem tem preguiça de procurar no dicionário). É de longe meu livro preferido, pois é quando as coisas ainda são simples e fáceis de mudar.


A Grande Rainha é o segundo livro. O titulo é fácil de decifrar, Gwenhwyfar entra em cena. Ela é citada em A Senhora da Magia, como uma garota que um dia sem querer atravessou as Brumas que cerca Avalon e se perdeu no pântano. Ela é obrigada a casar com o já grande Rei Arthur contra sua vontade. Ela é para mim um dos personagens mais odiáveis de toda a serie, pois ela é tão cristã e faz de tudo para que Arthur quebre seu juramento para com Avalon. E o pior que ela consegue! E é ai que o reinado de Arthur, tão novo, começa a andar para trás. Ela não consegue dar um filho para Arthur e diz que é culpa dele por não fazer o reino um reino cristão.


O Gamo-Rei é de longe um dos livros mais incríveis e perfeitos que já li, se não fosse pelo meu amor pelo primeiro livro, esse seria meu livro preferido. O Gamo-Rei ainda me dá duvidas de quem é, pode ser ele, Arthur, ou outra pessoa – que me nego dizer quem é para diminuir os spoilers. Agora é hora de Avalon agir, Viviane quer que Arthur cumpra sua promessa de respeitar a religião de Avalon, religião qual que o colocou no trono. Mas acontece uma traição e essa missão agora é de Morgana. Mas quem pensa que as coisas são fáceis para ela, está enganado. Morgana é obrigada a casar com um homem velho (“obrigada” não é a palavra certa, a certa é “enganada e se casa”) de um reino distante. E o tempo não ficou parado em todos esses livros. Ela agora não é a mocinha do primeiro livro, e sim uma mulher madura e até velha, apesar de não ser uma anciã.


O Prisioneiro da Árvore é o livro mais tenso e mais triste de toda a serie. É onde nossas perguntas vão ser respondidas. O Prisioneiro da Árvore podem ser dois personagens que chegaram ao longo da serie que não citei ainda, Acolon ou Kevin. Acolon é o segundo filho do marido de Morgana, e que se torna seu amante. Kevin é o Merlin, um druida (é como um sacerdote) e um dia foi amante de Morgana (amante nesse caso não é como Acolon, mas como um namorado, ou ficante, mas sem compromisso serio). Esse foi o livro que mais me atingiu, pelos seu fim, pelo caminho dos personagens, e pelo fim da serie. Eu fui lendo e nem percebi o quanto eu fiquei dependente do livro e quando o fim chegou bateu aquela DPL (Depressão Pós Livro). Mas Marion Zimmey Bradley me surpreendeu. Não foi o fim que eu esperava, mas foi maravilhoso e triste, muito triste.


Foi uma experiência maravilhosa ler essa serie. Ler sobre uma magia ancestral, rituais antigos. E até conhecer a historia de Arthur, pois eu não conhecia nada. Sinceramente?? Essa foi a serie que mais marcou a minha vida. Eu nem sei como vou viver sem Morgana mais. Só sei que sempre lembrarei de Avalon, a ilha perdida nas Brumas.




2 comentários:

♥мαяι ♥ ●•ツ disse...

Ficou tudo perfeito.

Tijo. Você escreve maravilhosamente bem. Aborda todo o assunto de uma maneira que faz com que todos, mesmo aqueles que não se interesam muito pela leitura, se encantem e desejem ler, conhecer a história mais a fundo. Você é uma escritora incrivel. Completa e perfeita.

Juh Oliveto disse...

Acredita que tenho todos há um tempão e ainda não li nenhum?
Sou fascinada pela história, conheço muitos detalhes, mas ainda não consegui ler :~

ÓTIMA dica :D

Beijocas!
Juh Oliveto
Livros & Bolinhos ~

Postar um comentário